14 de outubro de 2009

Iguana de batina

Estranhou o título? A partir de hoje começa uma nova 'série' no Iguana, com este nome. Iremos abordar, de uma maneira bem-humorada características de algumas religiões. TENTAREMOS não ser desrespeitosos. Não sei se será possível. Mas dane-se.

Hoje falaremos sobre a galera mais performática, mais
glam rock, do protestantismo: falaremos sobre o movimento pentecostal, surgido no séc. XX. Falaremos sobre os chamados evangélicos *-*
Maiores informações nos links acima. ;D
.
Bom, eu não sou ateu, muito pelo contrário. Mas o que mais me fascina nessa corrente religiosa é, como eu disse, a performance. Fazendo um paralelo na música, o pentecostal é tipo aquele cara que decidiu não ser mais tr00 e se tornou poser, porque vende mais disco. Logo, personalidades como o grandioso ser abaixo conseguem arrebanhar muito mais fieis do que um simples padre. Pra quem não conhece, prazer. Este é o Pastor Pilão! \,,/


video

Além desta performance inimaginável em uma mesquita, por exemplo, os pentecostais não exigem um sacerdócio, o que permite que crianças, como a Menina Pastora Louca e a Mina do Kaká possam discursar para uma plateia inflamada e simpática. Se o jornalista não precisa fazer faculdade, não precisa de muita coisa para se pastor... lógica bacana, champz.

Outra coisa bacana é o dinheiro. Segundo a Mina do Kaká, foi Deus quem colocou dinheiro no Real Madrid, para que o clube pudesse comprar o passe do seu esposo e pra que ela possa abrir uma Igreja Renascer na capita espanhola. Senhor Deus, tu tá com umas propostas mirabolantes hoje em dia, né?

Falando em dinheiro. Cara, uma coisa e inegável. Os caras montam uma igreja e ficam milionários! oO' Ah, pode ser, realmente, que os caras realmente são abençoados, etc. Mas ter grana pra comprar uma REDE DE TELEVISÃO é dose. Esconder dinheiro NUMA BÍBLIA, nem se fala... e o pior, cara, é a qualidade da programação dessas redes.

Ligue a TV num fim de semana, para ver algum jogo de futebol e você será surpreendido por programas muitcho doidos dessa galerinha que apronta muita confusão com encostos e espíritos afins. Sem contar o glorioso Fala Que Eu Te Escuto, que alegra a madrugada de pessoas incrédulas e é motivo de trotes muito filhos da puta, como os do link acima. Falando em religião, achei esse blog aqui, o Não Salvo. Bom pra caralho.

E aí, deu pra matar a saudade?

Explicando melhor...

Só pra deixar bem claro o motivo da minha ausência, sofrida pela Terra. Tava completamente sem tempo. Até meu cocô diário foi atrapalhado por esse aperto. Gastava todas minhas energias tentando persuadir famílias carente a comprar os cursos que eu vendia que não sobrava mais nada inútil na cabeça pra mandar para vocês... desculpem... eu sei que vocês sentiram minha falta =[ mas foda-se.
.
Agora voltei a ser vagabundo!
.
E espero que meu próximo serviço deixe pelo menos uma frestinha para eu explorar o meu talento literário deboche.
Ah, sobre o . Acho que ele sumiu porque tava com preguiça... hsauisahuisahsiuhasusi'
Bom, eu estou aqui. E agora a putaria vai rolar solta ;9

12 de outubro de 2009

DE VOLTA À ATIVA, CARALHO!


¡Hola, muchachos!
Depois de dois meses, vamos reativar esta porra! Que saudade de falar merda e botar meus amiguinhos para rirem das minhas idiotices...
Tava sem tempo nenhum para pensar em coisas toscas pra colocar aqui, por causa do meu trabalho como estelionatário, lembram? Então... pedi demissão. Voltei a ser o genuíno VAGABUNDO sem estilo que vocês tanto odeiam amam!
Depois do feriado, mais precisamente amanhã, vai começar a putaria diversão. Fiquem ligados, porque os iguanas voltaram! LoL
Beijos!

13 de agosto de 2009

Vamos vadiar!

Essas duas semanas extras de vagabundagem que o governo resolveu nos dar me fez pensar na felicidade de muitos brasileiros que só fazem uma única coisa da vida: Fingem que estudam!

Quando você já estava ficando triste que teria que voltar a ver todas aquelas pessoas dentro de uma sala de aula com uma pessoa falando por duas horas direto, as bestas do governo tem a capacidade de deixar você mais duas semanas sentado no sofá.

Isso significa que você pode ficar mais 14 dias sem fazer nada, graças à um porquinho que resolveu ficar resfriado.

Seus professores resolveram então passar coisas pra você fazer durante as férias, para que o tal plano de aulas deles não fique tão atrasado assim, mesmo que ele já seja atrasado começando na data certa. E é óbvio que você não vai fazê-las, porque você não pode perder o seu precioso tempo livre que lhe foi dado, não é?

Aí vem a grande pergunta: O que vou fazer em 14 dias? Simples: Nada. Aproveite pra tirar sarro de quem está trabalhando, pra assistir coisas inúteis na TV e pra ficar coçando o saco no sofá.

Bem, é claro que as aulas vão acabar mais tarde e você provavelmente vai ter que ir pra aula nos sábados e feriados, mas pra maioria isso não fará diferença, porque muitos não fazem nada na aula mesmo. E se foram ficar tristes por causa dos feriados pensem que só são mais três até o final do ano, então não é muita coisa.

Então agradeça ao porquinho e aos asnos e burros que existem no governo desse país!

-------------------------------------------------------

Obviamente que agora que essas duas semanas estão quase no final, eu fiz tudo que está escrito nesse post, mas eu tive que aproveitar porque perdi as duas primeiras semanas das férias com o pé engessado.

6 de agosto de 2009

O amorr é uma dorr

Primeiramente, devo explicar as razões para o blog ter ficado em inanição nesses quinze, vinte dias. Imagino que muitos de nossos amiguinhos vieram ao nosso espaço e cansaram de ver esta linda foto do Iron Maiden – e pensaram, lógico, que desistimos do blog. Bom, quanto ao Zé, não sei explicar, acho que é preguiça mesmo... quanto a mim, estou trabalhando como um tuaregue e não tive nem tempo – nem criatividade – para exercitar meu talento para escrever merda. O trabalho está sugando minha vida e, aliás, estou indo melhor do que esperava! Sem contar que, com essa gripe, as pessoas continuam de férias e saem da internerd. E como eu quero escrever é pra ter sucesso, dane-se, já que ninguém iria ler essa porra mesmo...

.
Ontem, enquanto fazia minhas atividades nerds no computador (Wikipedia, RPG e blogs inúteis), parei pra pensar. Não saio, não vou à facul, não vou a bares, lanchonetes e coisas assim... não bebo, não fumo e não fodo... logo, estou na seca =) Comecei a pensar em quantas desilusões amorosas passei em minha fértil e prolixa puberdade – que, imagino, não acabou yet, desde os incríveis relacionamentos à distância que nerds-virgens-pré-adolescentes mantém até as galhadas – que ninguém nunca me contou que eu tinha... okay, chegou o momento do Dedé abrir o coração reptiliano!

.
O amor é uma dorr. Imagino que muitos sofreram, na longínqua quinta série, com as frases de duplo sentido, que denotavam sempre uma conotação homossexual para os menininhos. Ah, e também daquele gordinho, que tinha os peitos e a bunda maiores que os de sua primeira namorada. ‘Você tem horas pra dar?’ Não? ‘Então você dá a qualquer hora, né? Huuum.’. Idiotas ____

.
Ex-nerds como eu também já sofreram mointo com amores platônicos – sabe aquela menina bonita que você se enamorou de primeira, mas ela não tinha ideia? Além do mais, se soubesse, também, iria te dar um toco? Então. Não foi só você que sofreu com isso, mongo. Lembro de uma loirinha na 1ª série que eu queria transar amava – obviamente, não estava com um pênis pronto para tal tarefa – mas ela me achava gordo e feio, além de nerd. Isso é, pra não perder a esperança, nunca revelei as intenções do meu s2. Bom, agora posso dizer, Luciana, quero te f****! te amo!

.
Superando os amores imaginários, começamos a ter menos timidez (até porque se esse não for o caso, você será BV até os 22 anos), para tentarmos aqueeela pegada. Aí, há outro problema: pode ser que a menina – ou você mesmo – dê importância demais àquele momento prosaico onde dois adolescentes catracam – o ‘ficar’. Lembro de um episódio do tipo, onde fiquei com uma menina e, dois dias depois a meliante estava encalacrada com outro. Pensei que não sobreviveria e tratei de dividir meus bens mais importantes – figurinhas, tazos, tênis do Sonic e Super Nintendo – entre meus amiguinhos e preparei meu funeral. Só depois de algum tempo, quando vi que esse tipo de putaria é recorrente, inclusive da minha parte, percebi que isto é coisa para manés. Deixei de ser Mané. Descobri Descobri sexo, drogas e rock and roll a maturidade!

.
A partir daí, percebi que havia me tornado um homem com cabeça de cearense e coração de iguana. Mas tudo bem, não sou um monstro e estou bem assim... até porque
.
O amor é importante, porra. - autor desconhecido sobre amor
.

Beijos, me liguem!

15 de julho de 2009

Porque ser roqueiro é uma MERDA

MAAAIDEN! l,,l.
.
Pra quem não sabe, nesta semana comemoramos o dia mundial do Rock. Imagino que 92,35% das pessoas nem tem noção disto, até porque, sendo realista, o ritmo musical cujo mais gosto é algo fora da preferência da maioria e até repudiado por alguns favelados. Se já não deixei claro aqui, assumo que meu coração não bate, acompanha riffs de guitarra - eu sou roqueirão, mano.
.
Condição essa que me faz ser enquadrado juntamente com outras tribos segregadas pelo mainstream, como nerds, gordos, mórmons e descendentes de bolivianos - e quem passa por segregação certamente deve achar a situação uma merda, daquelas marrons e que se enrolam numa arquitetura perfeita. Primeiramente, boa parte desses motivos se devem à REBELDIA da cambada do rock: desejando serem diferentes, se separam do "resto".
...
Há motivos de sobra para demonstrar a merda em que os camisapretacabelãováamerdacomoaxé se encontram. Vamos lá?
.
#5- Imortalidade do rock: Posso parecer herege, mas eu quero que o rock MORRA. Sabe por quê? Toda 'modinha' que aparece é derivada de uma vertente do rock, completamente diferente da maioria e formada por posers, isto é, forrozeiros travestidos de gente do mal. No fim dos anos oitenta, a moda era imitar o Manowar, uma banda de metal que achava que quem não era metaleiro tinha um intelecto semelhante ao de um pokemon. Após isso, surgiu o Nirvana de Kurt Cobain, um desgraçado esfarrapado, deprimido, triste e que cheirava como Teen Spirit, o perfume Avanço dos gringos. Após isso, vieram os emos, deprimidos, maquiados e com esperma no cabelo. Agora, temos os indies, que se proliferam cada vez mais - principalmente na Linha Verde do Metrô. Eles têm um quê intelectualizado e superior bem diferente ao dos outros, vide expoentes como Raul Galhardi e Roberta Roque, gatchenhos. O negócío é que a galera é meio diferente e o som é meio ruim... então, esse pessoal faz com que o Rock, tão supremo, continue com seus últimos suspiros e gorfando nos meus ouvidos. E aí não dá, né.
.
#4- Estética: Grande parte dos roqueiros são beeeem diferentes do resto do pessoal. Moda? Não existe! A filosofia do vestuário é simples: usar o que ninguém, em sã consciência, usaria. Roqueiros, em grande parte, são feios como o demônio. Em vez de ser como Christina Aguilera, aquela delícia, as meninas ouvem Kelly Osbourne, filha do Cão Ozzy. Usar o cabelo lambido por uma vaca e na frente de um olho deixou de ser algo próprio de um pirata e se tornou prática comum entre os repugnantes emos. E para toda essa galera, se você for roqueiro e bonito, provavelmente é uma bichona - vide David Coverdale, do Whitesnake. Fodão é o Joey Ramone ~> !
.

#3 - Tendências homossexuais: nada contra. Porém, o fato é que o percentual de vocalistas homossexuais é enorme e alguns pensam que "se o cara que canta é veado, quem ouve também é" - animais. hahaha. Alguns desses caras já estavam fora do armário desde o começo. De tupiniquins, podemos citar Renato Russo (a bicha que dá no escuro) e Cazuza (a que dá no palco) - ambos davam sem camisinha e sentaram no colo do capeta. Podemos citar também a bicha que ninguém desconfiava e se revelou depois, Rob Halford, do Judas Priest e a bicha mor, do Queen, Freddie Mercury.
.
.
Além do mais, fora a pitada de preconceito, é inegável a feminilidade dos Emos e que alguns, nem todos, queimam a rosquinha que Deus deu. Sendo assim, os pagodeiros, forrozeiros e entulhos afins declaram que todo roqueiro é viado, além do mais 'o rap é o som, truta.'.
.

#2 - Memória: roqueiro, ao contrário dos outros, tem memória. Pra ser uma banda boa, não dá pra ser de um sucesso só, tem que ter uma carreira. E isso FODE com grupos que não têm talento para mais que uma canção famosa. Normalmente, músicas solitárias de bandas de rock caem no gosto popular, assim como a música do Rocky Balboa e a música do Assovio. Portanto, Survivor e Scorpions estão, para o brasileiro idiota, como P.O. Box e o lendário grupo Molejo (<~). ANDREZAAAR!.
.
E o mais importante...
.
. .
#1 - Todo roqueiro é FILHO DO DEMÔNIO! A maior merda que já ouvi falar. Obviamente, há oportunistas, como o fétido Ozzy Osbourne, que mordia morcegos e o Gene Simmons - aquele da língua grande -, que adorava pôr a língua pra fora e jorrar sangue. O problema é que NENHUMA música dos dois sequer CITA o Cramunhão! Ainda há exemplos de bandas como o Iron Maiden, que sempre utilizou mascotes monstruosos e ficou famoso com "The Number Of The Beast" - apologia ao Demo, NÃO HÁ, em NENHUMA música. Nada a ver. E esses funks que ficam aí na favela, carai? ISSO é coisa do Capeta, haha!
.
Roqueiro sofre um preconceito danado, viu... é uma merda, mas de merda todo mundo tem um pouco (:
.
LONG LIVE ROCK AND ROLL - THE TRUE!

10 de julho de 2009

Transportes sem estilo II - Jardim Itápolis

Quanto tempo, hem?
.
Pois é, passei uma semana com conjuntivite, como disse o Joelhofodido. Nesta semana, parei de fazer estelionatos e de me dedicar plenamente à Internerd. Fiquei me dedicando a soltar pum estudar movimentos insurgentes de esquerda. Agora, pós-convalescença, volto com força total.
.
Voltaremos ao tema "Ônibus" e à Pérola dos Porcos, o Terminal Sacomãno.
.
Acordei hoje para ir enganar trabalhar e me vi pensando: 'Nooossa, há quanto tempo eu não pego um ônibus lotado e fétido, preenchido por uma centena de proletários! Que saudade."
.
E percebi que poderia matar minha saudade contando aos 3,25 milhões de iguanas espalhados pelo mundo as experiências de um sacomano no busão.
.
Tenho total certeza de que falo algo já compartilhado por todas as pessoas de São Paulo. Primeiramente, há o ônibus com capacidade para 80 pessoas lotado com 300 pessoas - incluindo seres inferiores como velhotas e gordos.
.
Primeiramente, quero deixar bem claro que desejo, do fundo do meu coração, que os velhos morram com um salame no cu sejam respeitados, mas sempre tem uma filha da puta simpática senhora reclamando do governo e dos "joo-o-vens que nã-ã-ã-o respeeeee-e-eitam os mais ve-e-e-lho", pois logicamente "no me-e-e-eu teeeeempo, não era assim nããão!" Velha que não trepa, FODA-SE o seu tempo. Você é aposentada, inferno! Eu ainda tenho quarenta anos de labuta. Além do mais, têm assentos especiais, não pagam passagem e vêm reclamar ainda mais? Tá todo mundo fodido, só que suas pregar anais já estão podres de fedidas e mais enrugadas (ainda!) que as minhas. Cale-se, velha tola!
.
Sem contar os gordos, lógico, que respeitam uma lei imutável criada por mim.
.
'Todo cidadão com mais de 290 (duzentos e noventa) quilogramas carrega consigo, OBRIGATORIAMENTE, um saco com a mesma largura, medida em léguas, que o mesmo possui.'
.
Nunca vi um gordo carregando somente seu filho sua barriga - sempre deve legar uma mala de 12 léguas de diâmetro a tiracolo. Gordão entrou no micro-ônibus, até a roda de trás abaixa. Caso trivial ocorreu na LENDÁRIA linha 364P (†) Sacomã - Jardim Itápolis, onde Miúdo, um proeminente ser de 1,35 x 10¹¹ kg, manteve-se na parte traseira do carro e fez o para-lama ENCOSTAR NO ASFALTO e quase fazendo o micro-ônibus capotar na Rua Bom Pastor e matando os 1260 passageiros.
.
Já que toquei no assunto. Podem falar O QUE FOR sobre sofrimento em ônibus, na linha vermelha no metrô, num pau-de-arara ou em um corsário salvadorenho. NADA, NADA se compara às lotações que têm como destino o JARDIM ITÁPOLIS*.
.
* Aos meus amigos Centroexpandido, o J.I. é um bairro da Zona Leste de São Paulo, rodeado de vendedores de doce e crianças que brilham muito no Corinthians. Há planos da Prefeitura de construir uma linha de metrô ligando O J.I. à Berlim e outra com destino a Bogotá - para repor mercadorias.
.
Todos os veículos que chegam até o Jardim Supremo são lotações como esta . Todos os ônibus da GLORIOSA linha 514-T "Dj Silopáti - Ãmocas Mert" são assim, mas passaram por um feitiço feito por Joseph Climber - em vez de comportarem 40 pessoas, 3,5 x 10³¹ pessoas lotam o simpático e hospitaleiro, buzãosinho - algo semelhante ocorreu com Harry Potter e o Nôitibus Andante - quando este veio visitar o Terminal Teotônio Vilela em 1567 a.C..
.
O Jardim - Terminal é o único ônibus no mundo que tira racha com outras linhas. Fato presenciado por várias pessoas na épica batalha da Vila Ema, onde foi travada uma grande batalha com o traidor 364A - Ipiranga - Shopping Aricanduva. 156 pessoas morreram atropeladas, 298 atropeladas com o próprio gorfo e, impressionantemente, todas as 6,809 x 10²¹¹¹° pessoas dentro dos dois ônibus sobreviveram até serem assaltadas na Avenida Sapopemba.
.
Esta linha tem motoristas que entraram para a História. O mais expoente é o ídolo heliopense Michael Prince Arbex, conhecido como Jamaica. O às do volante dirigia por cima da calçada e costumava brincar de boliche humano enquanto estava na Anhaia Mello. Quando alaga a referida avenida, Jamaica fazia de seu bus um potente hovercraft, fazendo com que o veículo possa boiar e atropelar tudo o que vir pela frente. Jamaica é o único motorista que desce do ônibus no meio da viagem e assalta uma casa com o simples objetivo de fazer cocô e ouvir o Bonde do Forró em seu MP13.
.
Além do mais, há os tarados. Mesmo estando casados, continuam saciando seu pipi roçando nas jovens sacomenses. Como nos micro-ônibus o espaço é menor, estes metelões fazem ainda mais a festa...
.
Obviamente, já dá pra ter certeza dos motivos que tenho pra ter tanta saudade de voltar a pegar ônibus...
.
PS: Onde houve a primeira morte por gripe suína. Em OSASCO, óbvio. (:

5 de julho de 2009

Eita zica da po...!

Pois é. Pode-se dizer que os iguanas não são lá muito sortudos quando o assunto é doenças e/ou machucados. Quer ver?

- Eu tô há quase duas semanas com a porcaria do pé engessado porque resolvi pisar num buraco e torci o pé! Legal né? Não. Perdi vááááááários rolês com a galera (2) e tenho que ficar com o pé levantado o dia inteiro, independente do que eu queira fazer. O pior é ter que colocar um saco plástico em volta do gesso pra não molhar quando eu vou tomar banho, sentado! Mas isso passa né? Nada algumas pingas depois com o a galera no bar não melhore!

- Já o outro animal está nesse momento em casa na frente do PC quase não vendo nada por um olho porque está com a porcaria de uma conjuntivite! Ele provavelmente vai se matar pra ler o que eu escrevi e não vai entender nada! Tirando as gripes que ele tem de vez em quando e que ele não para de tossir (e quando para fica meia hora falando que parou! [piada interna]).

O incrível é que nós voltamos do JUCA totalmente praticamente ilesos! E eu que pensava que ia voltar sem estômago e/ou fígado devido aos dias que passamos bebendo um pouco. E mesmo com aquele frio da peste não pegamos nenhuma gripe nem infeccção alimentar por causa dos dogs que comíamos na rua! Temos que ser gratos por isso!

E pensar que essas são somente as duas primeiras semanas de férias e que provavelmente vamos nos estrupiar um pouco mais nessas outras três semanas pra poder contar cada vez mais histórias pra vocês!

28 de junho de 2009

Caraalho!

A parte das embaixadinhas parece montagem. Mas foi uma surpresa, mesmo assim!

26 de junho de 2009

A morte e alguns pormenores

Antes de começar o post propriamente dito, tenho alguns pormenores a acrescentar.
.
I - Quanto ao meu emprego de estelionatário vendedor; comecei a trabalhar de verdade na última terça... tenho quatro dias de atendimentos. Impressionantemente, no primeiro atendimento que fiz, consegui uma matrícula!
Fiquei feliz pra caralho! Me empolguei e me achei o fodão. Porém, por ironia do destino, não consegui mais NADA, mano! Percebi que é necessária muita sorte pra esse tipo de coisa e espero melhorar a situação - como salvação, ainda posso dizer que o mês está fraco e em fim de mês ninguém tem $ pra nada.
.
II - Decidi deletar o Vossa Insolência. Já há vários blogs - inclusive de pessoas da minha sala na facul - capazes de reproduzir os fatos da melhor forma possível. Sinceramente, acho chato ruminar a notícia - prefiro correr atrás e mastigá-la. Como não posso fazer isso por enquanto, sem emprego na área, prefiro me focar em escrachar no Iguana. Tenho um mês feliz para falar merda aqui...
.
Agora, deixando de falar sério, vamos ao que interessa!
Como todos souberam, o Rei do Pop, Michael Jackson, foi abraçar Jesus o Cabrunco. Quando pessoas fodas morrem, geralmente o fazem de uma forma abrupta, chocando a todos e fazendo com que as pessoas saibam do ocorrido horas depois, como ocorreu comigo. MJ era um ser que, na teoria, era imorrível. Obviamente, há pessoas que acham que ele - assim como Elvis Presley, Pedro de Lara, Elvis Presley, Dercy Gonçalves e Eneas Carneiro - não morreram porra nenhuma. Mas há seres que NUNCA morrerão, porque devem ter uma Pedra Filosofal atochada no cu.
Sei também que vocês estão morrendo de saudade daqueles posts em forma de ranking, os 'tops'. Hoje vamos fazer um deles. Vamos lá. Faremos hoje o

TOP 5 - Seres brasileiros imorríveis


#5 - Oscar Niemeyer - Este é um dos cidadãos mais famosos e brilhantes nascidos em nosso país, não há dúvidas. Mas PUTA QUE O PARIU, ele construiu as Pirâmides do Egito, Jerusalém, Brasília e a mais antiga construção da Humanidade, o Pátio da Cruz da PUC. Oscar tem 12009 anos, ainda é lúcido, trabalha e é muito mais ativo que o meu irmão, aquele jegue! Este velhinho muito doido deve ter pacto com o cramunhão ou, no mínimo, descendência de Highlander. Na imagem, temos o bolo de seu último aniversário.

#4 - Russo - Aquele velho filha da puta que já está na Rede Glóbulo de televisão desde 8562 a.C.. Conviveu com Chacrinha, Costinha, Roberto Marinho e outras múmias que já se foram, mas continuou no referido - e fétido - canal de Televisão. Pesquisas realizadas pela CEAGESP de Santa Catarina apontam que Russo é, na verdade, um Shinigami, demônio japonês que suga a vida de outras pessoas. Mexeu com o Russo, morreu, mano.

Sou virgem


#3 - Pelé: Vocês já imaginaram o mundo sem o Rei do Futebol? Alguma cerimônia esportiva sem este estúpido gênio? Eu, sinceramente, não... Pelé ainda inaugurará estádios, fará campanhas publicitárias, falará MUITA, MUITA merda ainda e - lógico - só vai morrer depois do Maradona! Entende?


Para fechar este post, devo fechar com a batalha mais épica pela sobrevivência que já houve na história da civilização humana.


Dercy começa o ataque. Aqui, a véia descarrega uma rajada de ácido sulfuríco em direção ao Homem do Baú.

Lutando pelo direito de ser o único ser humano imorrível, Sílvio Santos e Dercy Gonçalves travaram uma batalha mortal. No Digimundo, os dois passaram 12 longas semanas lutando intrepidamente. Com o destino final desta batalha, fechamos o ranking dos seres imorríveis. Dercy perdeu a luta e se fodeu. Morreu e ficou em segundo lugar. Portanto, THE WINNER IS...

Finish her! Momento exato em que Sílvio suga a alma de Dercy

#1 Síííílvio Santoooosh! Pesando 82 quilos de puro botox e pelanca, este magnânimo senhor conseguiu o direito de nunca morrer. Chegará o dia em que todas as pessoas do Brasil deverão prestar subserviência ao Homem do Baú, comprar tele-senas, perfumes da Jequiti e tomar empréstimos ao Banco Panamericano! Com a épica vitória e como forma de comemoração, Sílvio pensa em fazer um auditório com capacidade para 12 milhões de tiazinhas infladas poderem animar o seu programa no SBT.



E aí, quem será que vai ser o próximo a sentar no colo do capeta?

10 de junho de 2009

JUCA!

Galera, os iguanas estão indo ao JUCA!
*JUCA = Jogos Universitários da Comunicação e Artes
.
..
Estamos de partida hoje e só voltaremos no domingo à noite.
Essa temporada fora de casa renderá um puuta dum post. Serão quatro dias de libertinagem recreações, peças teatrais, gincanas e suco de jamelão.
Logicamente, o tal post sairá após a homérica ressaca sonequinha pela qual estaremos passando - ou faremos o post bêbados, mesmo.
.
.
À princípio, posso dizer que hoje o Brasil empata com o Paraguai, que mais alguns corpos serão encontrados no vôo 447 e que a manisfestação na USP não vai dar em nada (eles ainda não me ouviram - querem mudar a situação, tem que ter bala - triste, mas fato).
E tem o METALLICA no Brasil ano que vem, não podia esquecer! FODA
.
Voltaremos vivos, se não mamãe nos mata!
.
Beijos!

6 de junho de 2009

Marvada pinga!

Após a merda, demos o espaço devido a algo comum na vida de boa parte dos todos os universitários. Na iminência dos gloriosos Jogos de Comunicação, sinto-me propenso a discorrer sobre tal assunto.

Quem nunca tomou AQUELE porre!?
Nem vêm dizer que não bebem, por favor. Seus cínicos!




O etanol é um álcool, cuja massa molar é de 46 g/mol, polar, volátil, com ponto de ebulição a 78°C no nível do mar. É obtido através da fermentação da sacarose. Tópico, pode ser utilizado como esterilizante e é utilizado em bebidas, que podem ser fermentadas ou destiladas. Não se pode consumir o álcool vendido em postos de gasolinas e supermercados devido à adição de benzoato de denatônio, substância que tem um gosto não agradável aos seres humanos.
.
A pinga deixa nóis muitcho dodjo, visse?!
.
Marrintão, este pitoresco tiragosto serve como intrumento recreativo para várias pessoas. Faz pessoas feias conseguirem pegar alguém. Faz pessoas totalmente diferentes se tornarem melhores amigas em uma noite, se pegarem e gorfarem juntas no banheiro, nesta sequência.

"O álcool é um poderoso lubrificante social," Oscar Wilde sobre álcool
"Esta bebida é uma das responsáveis por esta situação de vazio e crise que vivemos", José Salvador Faro sobre álcool
"Ããããããã", Rose Segurado sobre álcool
"Ronaldo!", aquele corinthiano lá sobre álcool
"Fui eu que fiz", Paulo Maluf sobre álcool
"O vinho alegra o homem", Jesus Cristo sobre álcool - SÉRIO!
"Cachaceiros do mundo, uni-vos!" Karl Marx sobre álcool

Pois sim, posso afirmar com toda a convicção (e baseado na práxis marxista, pois já fiz isso demais...) que você fez as piores e as melhores coisas da sua vida auxiliado desta inebriante bebida. Aquela gata que tu catou na cagada aquele dia, lembra? Aquela que NUNCA MAIS você vai conseguir? Vai dizer que, se não fosse aquela tequilinha, você tinha pêgo? Teu cu, seu nerd! A primeira briga em que você se meteu, por causa daquela menina que você nem lembra o nome? Se não fossem aquelas 15 cervejas, você nem ia desconfiar dela, seu babaca!


E tem algo mais marcante na nossa puberdade do que o primeiro porre? Aquele que você toma míseros três chopps e sai gorfando no vestido das menininhas e sai pensando "nunca vou pegar nenhuma dessas aí, fodeu!". E a primeira PT, aquela que você desmaia, vai tomar glicose, seu pai vai te buscar e você diz que "a culpa foi do suco de maracujá"? Ah, grandes tempos!
.
Sem contar aquelas peculiares histórias de bêbado...
Tem sempre um amigo apaixonado, que vê uma mina mais ou menos na balada, mas ela não dá bola. Daí começa o chororô, o gorfo, a encheção de saco, o gorfo, a vontade de dançar forró com o segurança, a gorfada no segurança, a segunda tentativa de ficar "com o amor da vida dele", o fora, o chororô e o gorfo nos pés da menina.
Ou então aquele amigo que ri como uma hiena pestilenta de Madagascar. Toma uns gorós e começa a se achar o fodão; mas não deixa de ser o idiota de sempre e acaba levando dezesseis tocos, acaba chorando e gorfando na roupa e no carro dos amigos.
E aquele amigo que se acha o camarada, popular, abraça e beija a todos e acaba deitando e gorfando nas pernas na tua namorada?
.
Sem contar nas celebridades etílicas que se tornaram conhecidas por causa desta maravilha, tais como Mussum, Jeremias José, Mallu Magalhães, João Canabrava e o nosso presidente Lula, espelho de um país bebaaaaaaço?
SUMEMO, estamos cercados de bêbados por todos os lados, man!
Mesmo com todas as maravilhas proporcionadas por este elixir ímpar, lembre-se sempre,
.
.
Não se esqueça nunca disso, infame!
.
.
Sem mais, vou jantar tomar uma. Beijos!

29 de maio de 2009

Merdas escolares

Depois de comemorar o dia do nerd apropriadamente, assistindo De Volta Para o Futuro, comendo coisas gordas e navegando 18 horas seguidas pela internet, sem ao menos ligar o fuckin' Playstation, voltemos, pois, à merda.
Isso mermo, hoje falaremos de merda; ou bosta, barroso, cocô, fezes, titica, tolete, marrom, chocolate - a escolha é do freguês.


Precisa falar alguma coisa?
Geeeente do céu, hoje eu tava lembrando de um dia na minha folclórica escola antiga, localizada na Casablanca brasileira no Sacomã, em que eu tava precisando MUITO soltar aquele barrão gostoso. Mas maaaano, aquele banheiro fedia pra caralho e eu não tava a fim de encostar minha bunda naquela fétida privada. Hoje, imagino que nem as amáveis bactérias estomacais de meus coleguinhas conseguiam permanecer naquela merda toda. Foram pra merenda da escola.
Bom, como minhas tripas não suportariam por muito tempo a pressão causada por dois quilos de bosta, já estava tentando me consolar que era melhor uma infecção do que sair todo cagado e ser zoado para sempre por meus amiguinhos e refutar a possibilidade de beijar uma menina nos próximos doze séculos.
Porém, não havia papel higiênico naquela latrina suburbana...
...
...
O desespero tomou conta de todo o meu corpo. Pensei, 'caralho, eu não comi tanto pra encher meu intestino de barro' e praguejei a todas as divindades conhecidas, de Ash Ketchum a Wilson.
'Vou fazer o possível para me tapar até chegar em casa; vou me sentar na cadeira o máximo de tempo possível e ir todo me segurando para lá'. Minha casa ficava a uns dez minutos andando.
Fiz isso e, felizmente, não me caguei no meio da rua nem na frente dos meus amiguinhos. Porém, chegando em casa, descobri a capacidade de compressão que o material fecal pode atingir.
E foi uma das melhores sensações da minha vida, superada anos depois.
E o pior é que eu pensava que, saindo da merda do Sacomã, eu iria encontrar banheiros limpos, cheirosos e lustrosos. Daí, chego à simpática e acolhedora PUConha e percebo que mesmo se pagando bastante, banheiros em escolas são sempre os mesmo pântanos fétidos, chafurdando em bosta.
Quem nunca passou por isso na escola? No meio da rua? Na merda do metrô? Viajando para a praia e parado no trânsito - e vendo o fdp do cachorro saindo e soltando aquele tolete verde...
Eu quero ver como que vai ser cagar no JUCA! Obina nos acuda!

PS: Eu vou ali... e já volto.;p

26 de maio de 2009

Dia do NERD

Como eu poderia deixar passar essa data tão importante para muitas pessoas que eu conheço? Não tem como. Fato é que o Dia do Nerd foi ontem, mas isso a gente releva!

Não sabia que existia um dia para uma das classes mais importantes da sociedade atual. Sim: mais importantes. Ou você acha que todos os joguinhos de SNES e Atari que você acha hoje em dia pra baixar da internet simplesmente brotaram lá? Isso custou provavelmente um certo tempo de um nerd em algum lugar do mundo que achou que a sua tarefa para com o mundo era passar esses joguinhos para o computador. E depois ele com certeza foi se gabar para os seus amiguinhos nerds, que ficaram muito tristes e foram fazer joguinhos totalmente inúteis de flash!

O site da Globo fez até um teste para saber se você é um nerd. O meu resultado deu que eu até conseguia me virar sozinho, mas sinto um pouco de necessidade de usar o computador. Isso é uma grande baboseira, pois se assim fosse, eu teria dois blogs e estaria atualizando um deles as 7:30 da manhã de uma terça-feira! Coisa que NÃO está acontecendo!

O fato é que existem inúmeros tipos de nerd. Sempre tem o com o cabelinho sempre bagunçado, óculos fundo de garrafa, mais espinhas do que barba na cara, camisa social xadrez amarela e calça social bege. Esse primeiro tipo é o mas usado em filmes norte-americanos que sempre nunca refletem a realidade atual. Mas até em filmes daquele país os nerds já foram pop: No filme "Hacker", por exemplo. Os nerds que ficavam gastando seu tempo inteiro tentando acessar coisas absurdamente sigilosas em vez de fazer algo de útil na vida eram colocados como os fodas! O mais normal dos nerds hoje em dia é aquele que de algum modo consegue se infriltar na sociedade e parecer uma pessoa normal, mas quando chega em casa entra no computador para ficar jogando joguinhos de flash e respondendo fóruns de informática na internet.

Agora, quando seu time estiver prestes a perder na Libertadores e o jogo for pros pênaltis, um nerd terá a proeza de prometer que não jogará Playstation por um mês. E pasmem: Ele está conseguindo! Mas isso é uma conversa pra outra hora.

Feliz dia do Nerd e da toalha (?)!

23 de maio de 2009

Blog novo

Geeeente, tenho um blog muito foda pra mostrar pra vocês!
Tá começando, mas coisas muito boas vão ser escritas lá... e com certeza vocês vão gostar pra caramba!

O blog é o Vossa Insolência - acompanhem e comentem!

Minha aventura no PhotoShop, haha

PS: O blog é meu. HOHOHO.

20 de maio de 2009

Jüngerer Bruder

É biologicamente natural que cada ser humano gere dois ou mais descendentes - é uma maneira de que a espécie seja preservada. Desta forma, a maioria das pessoas é obrigada a conviver com parentes consanguíneos próximos e oriundos dos mesmos progenitores.

Hoje é dia de abordar a porra da relação entre irmãos. Se já não disse aqui no blog, é porque aqui é um ambiente bastante sério e faltou um momento mais informal - pois bem, eu convivo com uma esfera de gordura que - pasmem! - é meu irmão.


video

Velho, que lambada tosca

Pois bem, mesmo pesando 0,72 toneladas, ele é o mais novo. E o engraçado é que em relações entre irmãos, as relações hierárquicas não são iguais às outras. Aqui, o pequeno pokemon domina a casa toda: desde papai e mamãe até o escravo - o escravo atende pelo nome de Adriano Lira.


*** Neste exato momento, o pokemon estava tomando banho. Segue o diálogo:
- Dedé?
- Hã.
- Vai tomar no cu ;p !
- ¬¬
***

Hoje, tive que fazer a lição do porquinho. Segundo ele, o cansaço o impedia de usar apropriadamente suas faculdades mentais: 'Faz aí que eu dormi pouco, porra. Vou comer', declarou. Fui reclamar com mamis, que disse, 'Faz aí meu, que eu não quero ouvir seu irmão chorando. Se você não fizer, você não vai pra aquele negócio em junho [leia-se JUCAchaça]. Fica na linha!'.
Normalmente, eu tenho que arrumar a cama dele, pois ele, com dez anos, não sabe. Arrumo o guarda-roupa, faço o miojinho e o leitinho do filho da mãe (só não digo que é um FILHO DA PUTA porque eu seria filho de uma também)! Sorte minha que a parte de limpar o bumbum ele aprendeu, à força, algum tempo atrás.
Agora o Nhonho está querendo ficar grandinho - aliás, aparentar uma factual puberdade com suas amiguinhas na escola, que compraram sutiãs não sei pra quê (que maldaaade o.o). Como suas meias do Mickey e do Capitão Batata não são bacanas, ele começou a furtar minhas meias. E ele anda pela casa, jogando futebol e melando minhas estimadas meias com merda de papagaio.
AAAAAAAAAAH MANO!



A notícia vira merda de papagaio



O foda é que eu, na idade desta pequena polenta ambulante, fazia praticamente tudo o que uma doméstica faz. E apanhava pra caralho. Quando tinha oito anos, houve um lendário episódio aqui em casa: mamãe estava pregando um relógio da Xuxa MenegHELL no quarto, relógio esse que me dá medo - porra, ninguém quer ter uma foto do capeta no quarto, maano! Bom, eu tava precisando de um chá pra cagança, neh, e fui pedir pra véia. Possuída pela Xuxa, mamãe disse que ia me matar e apontou o martelo pra mim... bom, o que quero dizer é que isso nunca aconteceria com meu irmão, o Porquinho Atrapalhado.

Aliás, ela trocou meu post do Black Sabbath por uma porra de um quadro de paisagem, pois o Babe estava com medo do Tony Iommi. Puta que o pariu, velho! Sem contar os ótimos programas de TV que ele gostava; por exemplo, Barney, o demônio roxo, que poderia ser relacionado neste post.


E o principal, uma frustração que sempre terei em minha vida - já compartilhei isto com os alunos esforçados e inteligentes do Clube Getúlio Várzea. O caso do sonho de doce de leite.


Bom, meu pai costumava nos trazer deliciosos sonhos de doce de leite. Pois bem, houve um dia em que ele trouxe três: um para ele, um para deus...ops, meu irmão e um para mim. Mamãe não gosta de sonho.
Nessa época, eu fazia o saudoso técnico em Qúimica no Clube de Campo Getúlio Vargas e passava o dia inteiro estudando. Bom, cheguei à noite e lá tinham dois sonhos. O porco já havia comido a sua parte. Como já tinha comido uma coxinha na escola, pensei em deixar o sonho para o outro dia, pois assim economizaria alguns vintens pra encher a cara no fds.


Cheguei, no dia seguinte, exaurido de forças. Abri a geladeira afoitamente - parecia um morador do Congo em frente a um prato de inhame. O prato estava vazio. Nem pro infame colocar a merda do prato na pia!

É... o sonho acabou.


Logo, fui pedir satisfação ao papai, pois aquilo não era justo. Passava o dia estudando, enquanto o gordinho passava o dia peidando. Depois de reclamar, pápi fez cara de cu,


"Adriano, nem vem reclamar. Ele comeu o meu também"

...

Além de tudo, o mentecapto rouba até os meus sonhos, man!

17 de maio de 2009

IPT??? wtf???

Sexta-feira, você está indo para a gloriosa PUC quando lembra: Hoje tem aula de IPT! Subitamente te sobe aquela vontade de matar aula, mas você não pode porque o seu limite de faltas já está quase estourando ¬¬'!

Para os leigos, IPT significa Introdução ao Pensamento Teológico, que é matéria obrigatória em todos os cursos da PUC, para sofrimento de todos os alunos que tentam não matar aulas, mas não se aguentam quando veem essa matéria no horário. (E tem nos dois primeiros semestres)

Temos que ouvir perguntas como: "Você é feliz?", "Você é inteiro" e, a melhor de todas, "Você tem espírito?!" Estou só esperando o dia em que alguém vai falar que não tem espírito pro professor e ele vai quebrar a cara! E não fiquem pasmos com as súbitas mudanças de volume da voz e constantes e longas pausas entre um frase e outra.

Usamos então o longo tempo de 2 horas e 30 minutos para desenhar desenhos (desculpem o pleonasmo ;P) toscos, falar mal das pessoas e de vez em quando sempre damos umas saidinhas de aproximadamente 30 minutos pra relaxar e imitar o professor ;P.


Esse desenho aí em cima é um exemplo das nossas aulas. Como vocês podem ver, eu e o Adriano somos muito criativos e fizemos esse desenho agora na última sexta-feira, enquanto deveríamos estar estudando para a prova da Flamínia que era logo depois. (Detalhe: Eu só desenhei a grama ;P)

O que nos resta agora é ficar olhando pro teto esperando que o gato preto apareça para acabar de uma vez com dúvidas que ele existe!

E sexta-feira tem outra aula de Infinita e Putamente Torturante!

Sobre Acre e conspirações

--- UPDATE: Todo lugar onde estiver escrito Peru, troquem por Bolívia. Mas relaxem, a cocaína é a mesma. ---
Falemos hoje sobre a maior teoria da conspiração existente na atualidade.

Não, nerd, não falaremos do homem na lua - todo mundo sabe que ninguém foi à Lua. Em 1969, astronautas da Nasa vieram à base espacial da Brasa (agência espacial brasileira), localizada em Tauá. Não dava pra ouvir nada direito, porque o primeiro rádio só chegou no Ceará em 1996. E as "crateras lunares" eram simplesmente a terra rachada do sertão. A imagem foi retocada para deixar a cena com um ambiente mais longínquo, medonho - gravaram a cena com uma câmera da TV Comunitária da cidade.

A maior mentira, que querem nos fazer acreditar, é que o Acre é um Estado brasileiro! Eu diria que isso é uma cilada.




Imagem de um suposto acreano, capturado em 1959. Mas na verdade, repara na cabeça do filho da puta: é apenas um cearense.

Desde o início do século, foi formulada uma mentira, a fim de enganar toda a população civil da Terra de Santa Cruz. Segundo dados oficiais, o Acre foi comprado do Peru, em 1904, com a promessa de o Brasil fazer uma ferrovia para o Peru, até o atlântico, para que este simpático país pudesse exportar seus produtos para todo o mundo. Porém, há diversos argumentos que dizem o contrário. Não vou fazer isso em forma de ‘TOP’, não to a fim.

Primeiramente, todos sabem que no Peru não há carros, motos, bicicletas, pedalinhos – e muito menos trens! No Peru, toda a hospitaleira população se locomove com o melhor amigo do homem andino, a lhama. Se todos utilizam lhamas, o tráfico de entorpecente é feito pelas lhamas do tráfico (não mulas – HAM, HAM, ENTENDEU O TROCADILHO!?), e os maquinistas estariam muito dodjos pra pilotar o trem, obviamente esta ideia de ferrovia é a coisa mais furada do mundo.

Eu, assim como você, nunca conhecemos um acreano pessoalmente.
Se vier depois nos comentários, ‘ah, eu tenho um amigo acreano!’, não, idiota, ele é de Rondônia e passou por uma lavagem cerebral para enganar os brasileiros idiotas do sul.
Além do mais, você nunca falou com um acreano pelo MSN.

O Acre não pertence a esse planeta, e seu habitante mais famoso é um dos seres mais disformes e folclóricos que já pisaram no solo tupiniquim. Enéas Carneiro era acreano – e eu não estou brincando! Você já viu alguém parecido com Enéas Carneiro? Não, porque Enéas Carneiro não era um ser humano! Aliás, o Dr. Enéas não morreu! Sendo um ET, apenas foi refundar o grande PRONA em outro planeta.


Além do folclórico político, outras personalidades não-humanas, como Walter Mercado, Chupa-Cabra, Dercy Gonçalves e Pedro Celestino são acreanas. São seres que vieram simplesmente pregar as boas-novas desta dimensão alternativa na nossa Terra. Todos eles chegaram e irão de formas estranhas – perdendo barba, morrendo depois de 1799 anos ou destruindo escolas técnicas. O único desenho animado sem final feliz – aliás, sem final, ocorreu no Acre. Caverna do Dragão contava sobre uma montanha russa que por um acaso levou cinco jovens ao Acre.

Como se sabe, a Coca-Cola, a Rede Globo e a Tupperware já chegaram a todos os lugares do mundo, inclusive em Tauá, a capital do futuro Império do Ceará, dominado por mim, quando largar o jornalismo. Mas estas transnacionais boazinhas e preocupadas com o meio-ambiente ainda não chegaram ao Acre. Por raciocínio lógico, o Acre não faz parte do planeta Terra.

Há diversos estudos confiáveis feitos para se descobrir que merda é essa porra do Acre. Alguns especialistas no caso, como eu, acreditam que o Acre é um buraco-negro no meio da Terra, uma transição entre o Brasil e Klingon. Faz fronteira com El Dorado ao norte, Atlândida ao sul, Sodoma e Gomorra ao leste e Terra-Média a Oeste. Nem a menina gênio da televisão brasileira sabe onde é o Acre.

E a prova final:

Escondem o Acre até na previsão do tempo hsuihiuashasiuhas

Crianças, nunca acreditem no que a TV diz, okay?

12 de maio de 2009

Eu vou parar meu carro na frente do cabaré...

Hoje, acordei ao som de um ritmo músical digno das minhas tradições nordestinas. Bateu uma puta saudade do Ceará - lugar Pai d'égua da peste! Tanto que desenterrei uma música maravilhosa - cujo primeiro verso é o título da minha postagem hoje - que regeu minhas férias dos últimos anos, regadas a etanol e libertinagem.
Bom, o post hoje vai tratar sobre

-a Visão (preconceitosa?) de um paulistano sobre as terras 'de onde canta a jandaia*' -
*já leu Iracema, viado? Sorte sua.


_________________________________________________
A partir daqui o artigo será escrito em uma variante linguística diferente da norma urbana culta. _________________________________________________


Rapá, o Ceará é um lugar quente de rachar o quengo, macho véi. O povo do Ceará é que nem mangangá, meu véi - todo lugar dexe Brazilzão tem um cearense - aquele caba que te atendeu na padaria, rapariga, é primo dexe caba que tá lhe escreveno aqui, visse? Ertudos mostram que metade dos caba do Brasil tem descendença cu povo do Ceará.

Marrintão, eu sô de Tauá, sabe? Ali pertim da Várzea do Boi, onde tem us cabaré, sabe? É, macho, pertim de Quiterianópi. Valamedeus, pense num lugar bonito!

Exe caba é eu mermo

Pense num lugar graaaande. Rapar, ali num chove de jeito maneira! Deve chuver no máximo uma vez ao ano, ali na época das água de março. Cuono chove, o povo vai todo pras calçada. As veinha param de fofocar e até dão beijú pras criança. O coroné doa feijão pras famia mais pobre. Ar labigoda ficam tudo filiz, os soinho sai tudo da mata, macho. O céu todo azul, rapá. Peeense num negócio bonito da perte. No domingo depois da chuva, o prefeito faz um forró no meio da rua.

O açude sangra! Todomundovaiterumbardedeáguaprorertodoanomaaaachoveeeei! Eita, fiquei tão feliz que atropelei as palavra.

Em Tauá não tem polícia. A PM do Ceará saiu da delegacia e o Chico Milton, compadre da minha mãe (Sério!!!) ferrumrertaurante pupovo comer buchada. Todos os findiano, os conterrâneo de São Paulo, Rio de Janeiro, Governador Valadares e Bucareste vortam pro Ceará, né, pra passar as féria.

EITA PAU!

Rapá, é bomdimais! Entra dinheiro na cidade, pois os forrozeiros playboys cearenses voltam a fim de dançar forró e beber cachaça, carai! Com seus carros conquistados através de golpes - e com uma modesta aparelhagem de som - eles vêm e ar quenga de Tauá caem em cima, macho - elas podem conseguir uma sandália ou um saco de açúcar de presente se o vucovuco for bem feito. O meu azar é que eu não tinha carro. Mas tudo bem, eu não sou tãão espezinhado - e bastava eu falar a palavra mágica, divagazinho - "Sãão Paaulo"! Aí elas já sabem a origi do caba né. E a gente pega ;D.

E tem o mé, também, maaacho. Rapar, ar fulegare que tem no Ceará iam ser tudo paia sem a cachaça. Fiquei cheio dos pau, mutcho loko, pela primeira vez, lá no Ceará. Eita pau! Ypióca da boa. Eu lembro que o caba que tocou a seresta até ria de mim! Devo ter pegado uma pá de cotovia esse dia, visse!

Outra corra. Tauá fica na divisa com o Piauí, né? Bando de fidiputa. Rão se lascá, seus fidiquenga! Renha ficá frescando no meu blog não. Bando de piauiensa safado. Tudo uns caxaprega, vão pa baxa da égua, carai! Venha botar boneco aqui não, porra!

"Leve um casaco"

Frase dita para um piauiense que vai ao Ceará

Só pra terminá, que tá chegano a hora do armoço e depois eu vou sestar... um dia, os cearenses vão tudo dominá esse mundão de Deus, com a ajuda do Padim Ciço. Nós semos tudo mais desenvolvido que esse povo todo aí, macho. Ou rocê acha que aquele cabeção é à toa, macho?

Simbora pro Ceará, rapar. Se avexe e num fique frescano aí não!

_________________________________________________

Aqui acaba a variante linguística que difere à Norma Urbana Culta.

_________________________________________________

Qualquer dúvida, pergunta que eu tento traduzir. ;D

Ah Jé, que bom que vc fica feliz com os posts! Beijos.

8 de maio de 2009

Top 5 - Pessoas que assustavam minha infância

O blog deu uma estagnada por estarmos passando uma semana mais ou menos conturbada na PUC - nem fomos ao bar esta semana. Hoje temos prova de Teologia, e também ler uma porção de coisa - já que ninguém presta atenção no professor... a gente tem que ler, né...


Mas então... quando somos pequenos, mais coisas nos assustam do que quando maiores. Eu, como a criança normal que sempre fui, tinha meu sono perturbado por personalidades nefastas e assustadoras - e o pior é que alguns deles não me assustam mais nem fodendo - vi coisas mais feias enquanto crescia no admirável Reino do Sacomã. Bom, vamos ao que interessa:

#5- Gil Gomes / Carlos Alborghetti: Pra quem não se lembra, estes dois filhos da puta apresentavam programas semelhantes, de jornalismo (?) policial. Gil Gomes, mais famoso, apresentava o ético e refinado Aqui Agora - assustava as pessoas com aquela voooooz, fazia uma corcunda e fazia um movimento semelhante ao que um DJ faz em sua pick up:



Alborghetti é mais conhecido pelos 'LeiTCHEEE QuenNNnnte' do Paraná. É (ou era) um apresentador centrado, calmo e educado. Preocupado com os direitos humanos, é uma pessoa agradabilíssma de se ver na TV. Com certeza pior que Gil Gomes, tinha um belo corte de cabelo e andava com um toalhinha, pois ele suava como um porco na Suazilândia:





Tanto um como o outro, com seu pitoresco jeito de se fazer TV, conseguiam fazer com que eu pedisse pra minha mãe pra por na novela da Rede Glóbulo de Televisão!


#4- Doutor Enéas Carneiro:
- "Miasmas pútridos emanam do congresso em Brasília, contaminando o ar da metrópole. Mas o meu nome não exala odor mefítico, porque não chafurda no pântano da ignomínia!" -

Este senhor, que após alguns biênios até se tornou uma figura aprazível para mim, fazia um real pandemônio em minha juvenil cabeça. Lembro da primeira vez que o vi, aos três anos de idade, em uma campanha política, parecida com isto:





Sem maldade, esse video do Eneas é uma das coisas mais fodaas que eu já vi!

#3- Dercy Gonçalves:
"Dercy trocou minhas fraldas e passou talco no meu bumbum" - Deus


Esta velha filha duma puta, que foi assassinada por sua rival (que quer tomar seu lugar), Hebe Camargo, sempre me assustou, até a sua morte, aos 1,2x10³¹ anos. Mais enrugada que um maracujá, esta agradável senhora só serviu mesmo para difundir a palavra mais utilizada pelos habitantes do Sacomã - POOOOOORRA! O engraçado é que diziam que seu cachorrinho era chamado assim.

#2- Carlos Valderrama: Para quem não conhece de nome, este é um ex-jogador colombiano. Aliás, dos melhores que nasceram na República das Ervas - maior parceira comercial do Sacomã. O que deixava todas as criancinhas com medo não era seu futebol - jogador bom a gente tinha aqui - e sim, isto:

Mano, de boa, é uma das coisas mais feias que já existiram em toda a História. Tem uma irmã, nascida aqui no Brasil.

TCHANAM!


#1 - Professor Tibúrcio: Este é top. Provavelmente as pessoas nem se lembram dele, mas era um personagem do progrma Rá-Tim-Bum!, lá da TV Cultura. Era um programa educativo e contava com outras coisas que me davam medo - como o sensacional "Senta que lá vem história". Era interpretado por Marcelo Tas.

O que me conflita até hoje é o motivo de, num programa infantil, colocarem um filha da puta desse, pintarem ele de branco e colocarem uma roupa preta num fundo monocromático. A música contribui muito, também. O clima se tornava assustador, mano! Pra terminar, o Professor entrava e saía de cena como um demônio, numa velocidade escalar média de 3650 mph:




Bom, nem precisa dizer que esses caras me traumatizaram e me fizeram crescer e me tornar este cidadão idiota que vos escreve, né...

Beijos - e comentem, desgraçados!